sábado, 25 de outubro de 2014

Carta para a Presidente


Não sei se os meus leitores estão gostando dos tópicos destas últimas semanas, mas prometo que assim que as eleições esfriarem eu pararei.
A escolha da pessoa que vai governar o nosso país por quatro anos é um fato tão importante que não pode passar em branco. 
Apesar de polêmicas fazer parte do H. E. e O. P., eu ainda não abri meu voto aqui no blogue como já fiz no Facebook, porque este assunto é muito complicado. Tão pouco, eu tenho a intenção de forçar alguém a votar na mesma pessoa que eu. Entretanto, a gente não pode e nem deve se omitir. Então, resolvi compartilhar uma carta que eu gostaria que fosse lida e respondida pela Presidente Dilma e assim abrindo minha intenção de voto.

Cara Presidente Dilma.

domingo, 19 de outubro de 2014

Política, nós e eles


– Você é burro porque vai votar no "PX".
– Você é que é porque seu candidato é uma M.
– Não dá para falar com ignorante.
– Vou te tirar do meu facebook.
– Pode tirar, demorou.
– Pluft (tirou) 

domingo, 12 de outubro de 2014

Eleições, mitos e piadas


Já terminou o primeiro turno das eleições, então tá mais do que na hora de eu falar algumas coisas. Não vou fazer propaganda partidária, pelo menos não agora, pois sempre procurei separar o meu hobby, que é o Histórias, estórias e outras polêmicas de política, apesar de que alguns textos falam sobre isto, mas são sobre fatos e não candidatos. Só não sei se vou resistir até o dia 26 – risos.
É mito dizer que voto branco ou nulo conta para quem está na frente. Isto é uma grande falta de informação. Anular o voto, o mesmo serve para votar em branco, pode sim ajudar quem está ganhando e não contar como voto. Eu explico: Um candidato a presidente, governador ou prefeito de cidades com mais de 200 mil eleitores estará eleito se conseguir 50% dos votos válidos + 1. Vejam bem, é outra coisa errada dizer que ele precisa de 51%, pois tem muita diferença neste cálculo. Ele pode ser eleito no primeiro turno com 50,00000001% dos votos válidos, pois qualquer coisa maior que 50% é maioria.
Os votos válidos são compostos pela soma dos votos em candidatos de cada cargo acima citados, ou seja, votando nulo ou branco tu estás excluindo teu voto deste cálculo e diminuindo os votos válidos. Isto faz com que o candidato que está na frente precise de menos votos para chegar ao número que precisa. Aí é que ele é ajudado.
Vamos fazer um cálculo simples. É claro que com valores simbólicos em uma amostragem pequena. Então, dentro da nossa simulação vamos supor uma cidade com 1000 eleitores, a votação do quadro abaixo e que tu sejas um eleitor que tenha votado nulo.
Veja o quadro:

domingo, 5 de outubro de 2014

Hóspedes em minha casa


Já disse aqui que entre minhas horas de folga, que atualmente são muitas, eu tento me virar com afazeres diversos como utilizar sobras para construir alguma coisa como bancos. Como os meus bancos já estão prontos, eu resolvi fazer um móvel de apoio para colocar o meu gaveteiro de plástico em cima ficando a uma altura mais confortável.
E nesta semana, eu iniciei este projeto.  Após concluir, fui lavar as mãos no tanque que fica nos fundos da minha casa, eu tomei um susto. Dentro do tanque tinha um filhote de gambá.
Ele soltava gritinhos que mais parecia com o som de uma máquina de fotografia de um celular quando uma foto é tirada.
Eu o deixei lá, pois achei que estava chamando sua mãe, e fui lavar as mãos em outro lugar.
Mais tarde, eu fui dar uma espiada em meu hóspede e levei outro susto ao dar de cara com o bichinho belo e faceiro na minha churrasqueira. Aí pensei: Como que ele foi parar ali?
Eu sei que os gambás são ótimos alpinistas, mas ele é tão pequeno.
Eu tenho experiência com este mamífero em minha casa. Aqui nesta região ainda tem bastante apesar da urbanização e da ignorância do homem em matar os bichinhos. Já salvei um dos cachorros, já observei outros em cima do telhado e do muro e já tirei de dentro da piscina.