domingo, 23 de março de 2014

A irmã do Fredão II

Recomendo que antes seja lido "A irmã do Fredão".


– Cia Viaje bem, às suas ordens.
– Robertinha?
– Eduzinho? Não acredito. Há quanto tempo meu lindo? O que eu posso fazer por ti?
– Qual é o próximo voo pra Brasília?
– Ah meu querido, tem um congresso lá. Só pra semana que vem.
– Tudo bem, falo contigo outro dia então.
– Que pressa, amor. Vamos sair?
– Não vai dar Roberta, estou atolado. Obrigado.
– Brasília? Dispensando a gostosa da Roberta? O que está acontecendo? – perguntou Fredão.
– Nada. Coisa minha.
– Véio, tu estás doente!
– Não amola Fredão!
– Não amola um cactos. O que rolou com minha irmã?
– Pô Fredão, desencarna.
– Qual é véio? Se passou com a minha irmã caçula e pensa que vai ficar assim?
– Tá Fredão! Ok! Eu falo. Rolou sim, mas estou apaixonado por ela.
– Apaixonado uma pinoia. Tu és um galinhão. Quem sacaneia a irmã do melhor amigo é um traíra.
– Pô cara, tu jogaste a Micheli nos meus braços. Ela tá demais e eu gosto dela de verdade.
– Ela é uma irmã pra ti, isto é uma baita sacanagem.
– To te falando que não véio. Eu até dispensei a Roberta, tu viste.
– É sacanagem sim. É sacanagem não ter me contado nada. Vem cá cunhado dá um abraço.
– Bah véio! Tu estavas te arriando o tempo todo?
– Claro – gargalhadas – e tu achas que eu ia perder esta oportunidade de me arriar em ti que é espertão e vive zoando comigo – mais gargalhadas.
– Então tudo bem, eu e a Mi?
– Véio, a Mi é maior de idade. To nem aí, e se meu melhor amigo está apaixonado por ela, fico até feliz. O que estás esperando pra ir atrás dela?
– Não tem passagem.
– Tu irias hoje mesmo?
– Sim.
– O cara tá doente mesmo – gargalhadas – fica frio, não vou falar nada pra ela.
Chegando a noite, Eduardo pega o cartão que a Micheli deu a ele e liga.
– Alô.
– Oi Mi.
– Edu? Que surpresa, tudo bem?
– Sim. Eu queria saber se tu chegaste bem.
– Tudo tranquilo. Cheguei tri bem.
– Que bom.
– Quer me dizer mais alguma coisa?
– Não. Apenas boa noite.
– Pra ti também.
A semana passa e o ímpeto de Eduardo esfria e ele é questionado por Fredão.
– E ai carinha? Não vais atrás de minha irmã?
– Sabe que é Fredão, eu não sou o cara certo pra ela.
– Como assim? E o que rolou entre vocês? Não foi nada? Como ela estará agora?
– Por incrível que pareça, ela estava muito mais preparada pra o que aconteceu do que eu. Ela tinha aquela intenção, e eu nem imaginava.
– Ei meu, estás chamando a minha irmã de piranha?
– Não cara. Deixa de ser preconceituoso. A mulher não pode ter vontade que é piranha? Ela me disse que gosta de mim desde criança, e eu não sabia. Pra ela foi uma oportunidade, entende? Pra mim uma surpresa. Não quero magoá-la. Gosto demais dela.
– To me arriando. Eu sei que ela gosta de ti, eu sempre curti com a cara dela por causa disto.
– E nunca me disseste nada?
– Ué! Ela é minha irmã, né? Eu a protejo primeiro.
– Entendo.
– Tanto que protejo que, toma.
– O que é isto?
– O código verificador da tua passagem.  É pra amanhã cedo.
– Por que fizeste isto?
– Porque tu és um cagão. Se eu não faço, fica neste chove não molha.
– Mas precisamos avisá-la, e se ela tiver que viajar?
– Fica frio. Eu sondei. Ela disse que vai ficar por lá. Faça uma surpresa.
A noite chega rápido, mas a manhã nem tanto. Eduardo não conseguiu dormir. A ansiedade mais a preocupação de como vai enfrentar a situação não o deixou pregar o olho.
Enfim, chega o horário do embarque e ele segue para Brasília. Chegando lá, ele vai para um hotel dar uma relaxada e esperar a noite para fazer a surpresa.
A ansiedade toma conta dele que nunca passou por esta situação, pois para ele sair de Porto Alegre para Brasília só podia estar muito apaixonado.
Então chega o momento. Ele toma um táxi e arrisca ir sem avisar, parando no caminho para comprar flores.
Ao chegar vê Micheli sendo abordada por outro homem que abraça e a beija. Eduardo pede para o taxista não parar e retornar para o hotel. No dia seguinte ele antecipa a passagem e volta para Porto Alegre.
– Ué! O que deu? – pergunta Fredão.
– Maior furada, ela tem outro.
– Não pode ser. Ela não disse nada. Pra minha mãe ela iria falar. Vou ligar pra casa.
– Não Fredão, deixa a dona Alzira fora desta. Esta história já foi longe demais.
– Cara, vais deixar por isto mesmo? Ela gosta de ti. Vai ver ela se envolveu com outro por falta de assistência, o mané.
– Quer parar Fredão! Acabou o assunto. Quer saber? Vou pra casa. Assume a bronca aí.
– Tudo bem. Eu já estava preparado pra trabalhar sozinho mesmo.
– Em nome da nossa amizade tu vais me prometer que não falarás nada pra ninguém. Não se fala mais em Micheli, ok?
– Ok! Eu prometo. O azar é teu, mas tens minha palavra.
Eduardo vai para casa muito desenxabido enquanto Fredão fica pensando:
– Que manezão! Pegou todas as gatas da cidade e agora a minha irmã o fisgou e ele não sabe o que fazer.  Pior que eu também não sei.
Eduardo vai até o parque onde ficou conversando com Micheli, pela primeira vez depois de adultos, e fica lembrando do seu jeito meigo e seu sorriso enfeitiçador.
Ele nunca esteve tão envolvido verdadeiramente por uma mulher como está agora. Lamenta o fato de tê-la perdido por falta de atenção. Entretanto, algo não fecha nesta história. Ele lembra que ela disse que o amava.
– Mas como me ama se em uma semana ela já estava nos braços de outro homem? Não acredito que ela tenha sido sacana de me usar. Era uma fantasia de criança, claro! Deve ter se empolgado, mas depois viu que não sou o cara pra ela.
Então, ele foi para a casa descansar para seguir a vida como sempre foi. No caminho até o carro ele para e fica olhando uma árvore pensando que nunca gravou o tradicional coraçãozinho com as suas iniciais e de uma amada, que naturalmente poderia ser a Micheli. Então pensa em voz alta:
– É! Acho que nunca vou gravar. Bem feito pra ti, Edu.

A foto foi gentilmente cedida pelo integrante da Banda Crazy Horse BRZ,  meu amigo Jorge Vargas.
Para conhecer a banda é só clicar no nome.

35 comentários:

  1. Vai ver ele tirou conclusões precipitadas, deveria ter falado com ela antes de sair pensando qualquer coisa. Agora fiquei curiosa pra saber o que vai acontecer com esses dois. haha

    Beijos, Claudio.
    eraoutravezamor.blogspot.com
    semprovas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Quem sabe, né querida?
    Será que ela deixou "provas" rsss
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Esta foi demais, amigo!
    Nunca pensei que homem se apaixonasse assim, pois são sempre durões e colocam o amor em segundo plano!Ficar apaixonado por irmã de amigo é fria mesmo!!!!
    Homem não sabe entender que existem amigos, sem nada carnal e quem sabe era esta a situação que ele precipitadamente concluiu como "outro cara"?
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  4. Me ha gustado mucho tu publicaciòn.

    un abrazo

    fus

    ResponderExcluir
  5. Cara demais!
    Pô eu concordo com o irmão da garota, não pode ter vontade que é piranha?
    O cara vacilou!
    Queremos continuação, queremos mais, queremos mais...

    detudoumpouco28.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Esse solteirão ainda tem muitas histórias pra contar, é muito comum homens se apaixonar pela irmão do amigo, Claudio beijos.
    http://www.lucimarestreladamanha.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  7. Que belo contador de estória é você, hein? Me amarrou. Vou ficar ligada...
    Beijos, Cláudio!

    ResponderExcluir
  8. Boa noite amigo Claudio!!!
    Bem...sendo mulher acho que ele tomou uma decisão precipitada, mas as coisas estão tão mudadas que talvez não, talvez fosse só um desejo de infância e passou...
    Parabéns, adorei ler os dois contos.
    Tenha uma semana repleta de bençãos!!!
    Abraços....da Bia!!!

    ResponderExcluir
  9. AAAARGH que nervosooooo quero saber mais, próximo capítulo JÁ !!
    abração!

    ResponderExcluir
  10. Dará um filme, sem dúvida.

    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Gostei dessa continuação, apesar de que não era o que eu esperava, gostaria que tivesse uma terceira parte, fiquei curiosa a respeito do que poderia vir a acontecer dali em diante.

    thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Fiquei curiosa afff
    bjcas
    http://estou-crescendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá, Boa noite
    Cláudio
    sim, creio que ele, Edu, deveria ter tirado isso à prova, pelo menos saberia se foi vacilão e /ou somente um desejo de infância...
    Obrigado,belos dias, abraços!

    ResponderExcluir
  14. Agora vai ter que continuar (rss). Ele se apaixonou. Abraço.

    ResponderExcluir
  15. Interesante historia, a veces el amor es tan imprevisible que no esperaba enamorarse.Un ABRAZO

    ResponderExcluir
  16. Continua essa história pelo amor de deus! O Edu necessita ficar com a Micheli rsrs. Bela história Chamun, abraço.

    ResponderExcluir
  17. Ai, que triste! Achei que eles iriam ficar juntos!!!
    Bjs – Su
    www.rosachiclets.com.br

    ResponderExcluir
  18. Olá Claudio,

    Que cara devagarrrrrrrrrrrr...rsrs. Demorou a encontrar a sua musa e se apaixonar e não teve coragem de lutar pelo seu amor, mesmo depois dela ter lhe declarado o seu amor? Tem mais é que sofrer mesmo. Há momentos que requerem atitude, mesmo à custa de eventual desapontamento. Ele deveria ter pagado para ver, não obstante a cena vista, pois o rapaz poderia não representar nada de especial para Micheli. E certas surpresas devem ser evitadas-rs.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  19. Ahhh, que história! Primeiro, o tempo, mostrando como as pessoas mudam e como é fácil ser surpreendido por ele. Antigos preconceitos batendo na nossa cara, né?
    Depois, essas surpresas. Achei muuuuito legal que ela tenha tomado a iniciativa e deixado ele meio bobo. Adoro poder feminino!
    E no fim das contas, mesmo que eu tenha torcido por ele, acho que ele só sentiu um pouco do próprio veneno, né? Claro que ele poderia ter lutado, mas acredito que por ser mulherengo já tenha deixado tantas mulheres nessa mesma situação que isso o travou.
    Gostei muito.

    Um beijo
    www.naotenhopressa.com

    ResponderExcluir
  20. Adorei o dialogo, sempre reflexivo...
    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  21. Muito bommmmm!
    O castigo de um pegador kkkkk
    Oi Claudio, eu consigo entrar no blog e ver quem comentou, o que eu n/consigo é clicar nos blogs p/comentar. Se eu clicar em algum blog que deixou comentário, não consigo mais acessar nenhum comentário.
    Afff! Chato demais!
    Bjssssssss amigo
    Obs:
    Quando eu entro em algum blog, geralmente é pelo google, mas dá muito trabalho e toma muito tempo.
    Quanto a seguir blogs, eu acho que é mesmo como diz no link que deixei no meu blog. Acho tb que vai acabar, vai ficar só seguidores do google +.
    Bjsssssssss amigo e obrigada pelo carinho

    ResponderExcluir
  22. Oi Cláudio.
    Gosto de ler seus textos porque eles sempre tem um "regionalismo"; um jeito de falar que é característico da sua região. Faz com que eles se tornem mais reais.
    Gostei desse; nem sempre as coisas são como a gente espera, né?
    Mas se o Edu gostasse muito dela, de verdade, ele não desistiria.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. Pelo jeito, é óbvio que vai ter continuação né? Por favor!
    Agora fiquei curioso para saber o que vai acontecer e com quem a Micheli tava.

    Ah, sim, eu e minha prima fizemos as pazes depois.

    Abraço!!

    ResponderExcluir
  24. OI CLAUDIO!
    BOM, ACHO QUE VÃO CONTINUAR TE PEDINDO SEQUÊNCIA, ACHO QUE FICOU MAL RESOLVIDO, AINDA HÁ CHANCES DE ESTA HISTÓRIA ACABAR BRM.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Me deixou curiosa agora :/ . Continua kkkk

    inspiracaoentrelinhas.blogspot.com.br

    :*

    ResponderExcluir
  26. Olá,
    Avisa que eu cheguei trazendo o link do BLOG DO PARCEIRO e apoiando a CAMPANHA NO CAPTCHA.
    Parabéns pelo seu blog!!
    Aguardando a sua visita, seu comentário e que tal seguir-me?

    http://josenidelima.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  27. hum pelo visto ainda não chegou ao
    fim e vem muita coisa pela frente
    Lindo Dia
    beijokas da Nanda

    Sendo a mãe da Isa e da Gabi
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
  28. Muy buen libro.. Enhorabuena

    un abrazo

    fus

    ResponderExcluir
  29. Hum será que ainda haverá outro seguimento desse conto???
    Adorei!!!
    Ah! fiz uma reserva lá no boteco minha mesa está lá....rssss
    E sempre um prazer acompanhar tuas geniais publicações.
    Desejo-lhe sucesso sempre
    Bom final de semana.
    beijos
    Joelma

    ResponderExcluir
  30. Oi amigo....

    ... essa história não vai parar por aí, vai??

    Tá pedindo continuação.... rs!!!

    Eu aqui, to na torcida para eles ficarem juntos!! Adoro finais felizes!!! rsrsss beijo!!!!

    ResponderExcluir
  31. ღღ¸╭•⊰✿¸.•*ღ ღ¸╭•⊰✿¸.•* ღ¸╭•⊰✿¸.•*ღ ღ¸╭•⊰✿

    “Se temos de esperar, que seja para colher a semente boa que lançamos hoje no solo da vida. Se for para semear, então que seja para produzir milhões de sorrisos, de solidariedade e amizade.”

    ― Cora Coralina...

    Com essa frase tão bonita deixo meu abraço de bom final de semana
    elogiando mais uma vez seu belo post, vai continuar? rsrsrs

    ___________Rita!!!!

    ResponderExcluir
  32. Oi Claudio,li e reli rsrs este poster e adoreiiiiii ...Ah estou de volta rssr .bjs

    ResponderExcluir
  33. Nossa, quase pensei que acabaria assim, rs.
    Cada minuto é precioso, quando se trata de amor. É preciso valorizar.

    ResponderExcluir
  34. Amei a parte II ai fiquei impressionado. To louco para ver o final dessa historia. Fredão está colhendo o que plantou. Mas enfim rs

    PS: Ah! sempre comento atrasado. Mas estou comentando Claudio rsss.

    ResponderExcluir
  35. Pegando mania de "Continua..."? xD
    Eu me diverti muito com o Fredão fazendo a maior campanha para o Edu ser cunhado dele! =D
    E ainda aprendi um tanto de 'gauchês'!
    ¬¬ Estou muito desconfiada de que o outro cara não é o que o Edu pensou...
    Pensei que ele iria gravar o coraçãozinho e tal... e depois iria rolar dela ver e tal...
    Enfim vou ler a parte 3!... Estou gostando! ^^

    ResponderExcluir