domingo, 23 de novembro de 2014

O Homem Aranha


João Finório é ágil, escorregadio e malandro. Ele consegue escalar prédios e entrar nas residências para roubar pequenos objetos, mas de grande valor como joias, dinheiro e outras coisas que pode carregar. Age de noite quando os proprietários saem de casa.
Todos já imaginam como ele atua, mas não conseguem pegá-lo e o apelidaram de Homem Aranha.
Certo dia, ele entra em um apartamento e é surpreendido por uma mulher muito sensual, linda e de um corpo escultural. Ela está apenas vestindo um lingerie transparente e sem nada por baixo. 
           – Olá! – Disse ela com voz sexy.
– Opa! – ele responde assustado, mas continua – não vou te machucar, só quero coisas de valores.
– Eu que não vou te machucar. Estava te esperando.
– Já disse que só quero valores, moça. Sem gracinhas.
– O único valor aqui sou eu. Você acha que ia dar mole para o famigerado Homem Aranha?
Ela, com movimentos suaves e sensuais, vai em direção a ele que fica surpreso e paralisado. Quando ela chega perto, faz carinho em seu corpo deixando-o ainda mais estático.
– Eu queria conhecer o Homem Aranha, saber se era tudo isto mesmo ou só fama.
– Que fama moça? Eu nunca fiz mal para ninguém, quer dizer, não fisicamente é claro, só aliviando alguns objetos – risos. – Como sabia que eu vinha?
– Não sabia. Foi sorte. Quer dizer nem tanto. Como você já tinha atacado nos bairros aqui perto e não neste, eu passei a te esperar.
– Mas eu sempre tomo cuidado, espero os proprietários saírem.
– Eu sei. Por isto que estou há semanas com as luzes desligadas. Convidando amigos para virem aqui e mandando eles embora mais cedo para você pensar que eram os donos que estava saindo – risos.
– Então é por isto que errei tanto hoje.
– Será que errou mesmo? Eu te disse que o maior tesouro aqui sou eu.
– É! To vendo que é mesmo, mas disto eu to fora. Abuso sexual não é comigo.
– E quem disse que é abuso? Estou me entregando para você.
Quando ele se dá por conta, ela já havia tirado sua camisa e já está tirando o cinto de suas calças. Ele tenta resistir, mas começa a sentir um arrepio na espinha e a resistência dá lugar ao prazer.
Com suaves e sensuais movimentos ela vai dominando o ladrão, cuja palpitação acelera e o arrepio aumenta. Ela circula em torno dele com se fosse uma dança do acasalamento até que ele, não mais resistindo, começa a beijá-la. Eles se amam como dois amantes famintos cuja saudade e desejo estavam a espera por anos para serem saciados.
Extasiado ele cai ao lado, olha para ela e diz:
– Que louca você é, mas loucamente gostosa.
Ela sorri.
Eles acabam adormecendo e ao acordar, outra surpresa, ele está algemando na guarda da cama.
– O que é isto? – Pergunta assustado.
– Sou policial e você está preso.
– Mas por quê? Não foi bom. Não gostou? Estava me esperando de lingerie só para me pegar?
– Aqui eu que sou a policial, mas vou responder. Eu esperei de lingerie para seduzir e te pegar desprevenido. Você é homem e como escala eu sabia que é forte e atlético. Eu poderia esperar com a minha arma, mas você poderia se assustar e tentar fugir e eu ter que usá-la. Logo, a arma da sedução foi a melhor opção.
– Mas por que você transou comigo?
– Não era minha intenção. Porém, aquela situação excitante e vendo que você é muito gostoso... Eu fiquei com um tesão danado. Mesmo assim eu não ia. Eu queria apenas te dominar. Aí você me beijou de surpresa e eu não resisti. Eu gostei sim, foi delicioso, foi demais, você é um gato, mas sou profissional. Você roubou muita coisa e vai pagar por isto.
– Pô gata! Me solta aí. Eu prometo que vou me regenerar.
– Não sou boba. Eu te solto e você some. Agora eu te quero preso e pra mim – ela dá uma gargalhada.
Ele vai preso, julgado e condenado a cinco anos.
Ela sempre faz visitas íntimas no presídio.
Passado algum tempo...
Ele sai por bom comportamento, arruma um emprego e não escala mais.
Ups... Quer dizer...
Ele continua visitando a policial, mas como ela propositalmente não deu a chave, e tão pouco abre a porta, ele entra pela janela no terceiro andar. 

26 comentários:

  1. Noooooooossa, que imaginação! Ficou linda e uma história inusitada e surpreendente! Gostei! abraços,chica

    ResponderExcluir
  2. Que show!!!!!
    Adoro contos sensuais e até meio eróticos,amigo!
    Muito bom, adorei esse conto!!!!!
    Que esperta!!!!
    Um Homem Aranha e seus desejos incontroláveis!!!!!
    Bom domingo!
    http://www.elianedelacerda.com

    ResponderExcluir
  3. Leve e sensual.
    Adorei!

    Beijinho.

    ResponderExcluir
  4. haha tenho que dizer esse com certeza é um conto que pode ser chamado de bem-humorado.

    thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Boa noite amigo Cláudio!!!
    Já estava com saudades de vir por aqui...e hoje a sua história ficou espetacular...eita militar (risos).
    Será que já aconteceu algo semelhante??? kkkkkkkk
    Muito legal, adorei o final.
    Tenha uma semana feliz e abençoada!!!
    Abraços da Bia!!!

    ResponderExcluir
  6. Adorei esse conto. seus finais são sempre surpreendentes.
    beijos

    ResponderExcluir
  7. hehehehe legal esse conto, mas já pensou a moda pega ? O.o
    Achei bem humorado e criativo, parabéns pelo seu talento de escrever Claudio. bjo

    Somando Conhecimento

    ResponderExcluir
  8. quanto talento, tem que lançar um livro, vai ser sucesso...bjs
    www.blogpinkmakeup.com

    ResponderExcluir
  9. Oi amigo, adorei o conto!
    Tenha uma ótima semana, abraços!!

    ResponderExcluir
  10. O que existe de homem aranha por aí kkkkkkkkk
    Sensacional!
    Bjsssssssss amigo
    Ah!
    A cebola ficou deliciosa mesmo, mas murcha logo...

    ResponderExcluir
  11. Una historia encantadora, y un final precioso. Un Fuerte ABRAZO

    ResponderExcluir
  12. Oie Claudio =)

    Gostei bastante do conto! Com um leve toque sensual ele ficou criativo e bem humorado.
    Parabéns!

    Beijos;***

    Ane Reis.
    mydearlibrary | Livros, divagações e outras histórias...
    @mydearlibrary


    ResponderExcluir
  13. Com saudades..
    Tenho ficado muito ausente,
    mais minha esperança é voltar
    a vida normal em atividade
    como sempre fui ..Derepente tudo muda
    só não posso aceitar ausência de pessoa ,
    que fazer parte da minha vida
    a longa data.
    Desejo uma abençoada semana.
    Beijos e meu eterno carinho.
    Não deixe de participar do sorteio
    no meu blog.
    Para 30-12-2014.
    Vale lembrar que é um lindo vestido indiano
    selinho na lateral do blog.
    Para amigos uma camisa
    apolo será sorteada também.
    Hoje uma linda história de amor.
    Amor Na Guerra.
    Conto com sua participação
    infelizmente temos poucos homens blogueiros.
    A verdade que poucos continuam levando blog depois do Face.

    ResponderExcluir
  14. Boa noite Claudio.
    Uma historia bem legal, divertida, com um final surpreendente.
    Uma linda semana.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  15. Oi Claudio!!

    Adorei seu texto... achei super divertido! Ele se deixou levar... podia ter imaginado que era uma armadilha!! hauahauhauah Muito legal mesmo!!

    Bjos
    Ju
    asbesteirasquemecontam.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. KKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!... ISSO É QUE É REGENERAÇÃO!!!...MUITO BOM CLAUDIO!!!... BJS!!!...

    ResponderExcluir
  17. amei o texto, ela foi muito esperta
    bjs

    ** https://www.youtube.com/crisartigosfemininos **

    ** http://crisartigosfemininos.blogspot.com.br/ **

    ResponderExcluir
  18. Haha, esse ladrão apaixonado e essa policial esperta!
    Gostei!
    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Oi Claudio,
    Instigante e erótica, mas na proporção certa!
    Eita menina danada essa, soube com seduzir, prender e regenerar o homem aranha.
    Gostei muito de tua história, como sempre bem humorada.
    Beijos com carinho
    Marilene

    ResponderExcluir
  20. Uma história deliciosa com um final surpreendente.
    Adorei, Cláudio!

    Bom final de semana.
    Beijinhos
    Mariazita

    ResponderExcluir
  21. Oi, Claudio!
    Uma história de amor dos dias atuais?
    Vou me regenerar!! Essa é clássica!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  22. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Booaaaa Cláudio! Muito boa mesma. E eu achanado que ele nunca mais ia querer ver ela, e ele lá, escalando a janela! ahuahsuahs
    Muito boa mesmo!
    Identidade Aleatória


    O Identidade Aleatória está no facebook!

    ResponderExcluir
  23. Que assanhada!!!!

    Tenho uma boa também, Claudio! Acho que vai gostar!
    De domínio público...

    Um maníaco, tarado... andava atuando na região...
    Uma noite... uma freira minha sozinha pela rua deserta quando...
    =| Deu de cara com o maníaco!
    Ele olhou ameaçadoramente para ela e começou a caminha devagar em sua direção... quando - para surpresa do tarado - a freira (que era nova, um ano antes era noviça e talz) levantou o hábito e começou a alisar as pernas, bem sensualmente...
    Ele pirou e louquinho abaixou as calças! Então..........
    Bem, então que ela com o hábito levantado corre bem, já ele com as calças nos tornozelos não corre! =D

    ...beijinhos***

    ResponderExcluir
  24. kkkkkk, só você mesmo Claudio. Sempre abrangendo a sedução aliada ao humor, em seus contos. Muito legal!

    ResponderExcluir